Translate

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Num mundo à parte

Faz pouco mais de dois anos que começamos a nossa caminhada debaixo dessa luz azul.
Também foi com dois anos que o R. perdeu a fala, a vontade de brincar e a vontade de partilhar.
Não tenho respostas para muitas perguntas que fiz desde então.
Apenas sei que foi muito importante identificar que a sombra do autismo estava a entrar na luz dos olhos do meu menino - teria demorado muito mais tempo se não fosse o olhar atento da vovó Teresa.
O que nos ajuda é a quantidade de anjos que apareceram para auxiliar e os animadores progressos que o R tem feito.
Hoje, dois anos depois, ele fala, brinca e demonstra uma enorme vontade de estar com as outras pessoas. Ainda temos um longo caminho pela frente, mas ver o resultado dos esforços vale a pena.